Sobre o grupo

GPAL - Grupo Psicanalítico de Alagoas

Fundado em 02 de novembro de 1992, o GPAL tem como finalidades principais o estudo, a produção, a divulgação e a formação psicanalítica. Desde então oferece grupos de estudos, cursos, seminários de formação psicanalítica, jornadas interna e externa e mantém desde 1998 um evento bimestral que alterna palestras e exibição de filmes e se constitui em um espaço ao diálogo da psicanálise com outras áreas afins. Um Convênio estabelecido com a Universidade Federal de Alagoas desde 2000 possibilita o atendimento psicoterápico e psicanalítico aos estudantes de graduação e seus dependentes. Em 2002 lança o 1º número de sua Revista de Psicanálise TÓPICA destinada a ser o espaço para a produção escrita, instrumento essencial para sustentar a psicanálise e o lugar de analista. A partir do ano de 2011 sua publicação passa a ser on-line.

Linha do tempo

Em outubro deste ano um grupo formado por sete pessoas domiciliadas em Maceió e ligadas ao Círculo Psicanalítico de Pernambuco (CPP) e ao Círculo Psicanalítico de Sergipe (CPS) se reuniu, tendo como finalidade principal o estudo, a produção e a divulgação da psicanálise. A ata de fundação data de 1º de novembro de 1992.
Vinda do psicanalista Zeferino Rocha, à época Presidente do Círculo Psicanalítico de Pernambuco, para fazer uma conferência aberta sobre “Simbolizações e Somatizações” e o lançamento, em Maceió, do seu livro “Freud: aproximações”.
Realização do seminário “O Inconsciente – de Freud a Lacan”, sob a coordenação do Dr. Adilson Sampaio do Círculo Psicanalítico da Bahia, desenvolvido em quatro módulos:

    1. Freud e o Inconsciente – descoberta do inconsciente e sua evolução;

    1. A visão do inconsciente pelos pós-freudianos: Abordagem de Abrahan, Anna Freud e Mélanie Klein:

    1. Lacan e o retorno a Freud: o inconsciente estruturado como linguagem;

    1. O inconsciente e o objeto de desejo.

Escolha do nome “GRUPO DE ESTUDOS PSICANALÍTICOS DE ALAGOAS-GEPAL”.

Elaboração e apresentação do Estatuto e Regimento Interno.
Entrada oficial das psicólogas Ana Lucila Barreiros Barbosa e Nádima Olímpio Carvalho da Silva.
Realização do Curso de Metapsicologia Freudiana ministrado pelo psicanalista e professor Zeferino Rocha em três etapas:

    1. O inconsciente;

    1. Pulsões e destino das pulsões;

    1. Angústia e desamparo.
Promoção do lançamento do livro do psicanalista e professor Zeferino Rocha, “Abelardo e Heloisa”.
Início da atividade científico-cultural denominada “Quinta Cultural”, que hoje passou a chamar-se “Sexta de Psicanálise”, consistindo de um evento aberto, dirigido ao diálogo da psicanálise com outras áreas do conhecimento.
Início ao estudo de “As Estruturas Clínicas em Lacan” com a psicanalista Rosa Reis da Escola Freudiana do Recife.
Passam a fazer parte do GEPAL as psicólogas e professoras da Universidade Federal de Alagoas, Heliane de Almeida Lins Leitão e Nádia Regina Loureiro de Barros Lima e trazem com suas chegadas a discussão sobre a Clínica do Social.
Mudança de endereço da sede do GEPAL para o atual endereço: Parque Gonçalves Lêdo Nº 47 – Farol
Assinatura de Convênio entre o GEPAL e a Universidade Federal de Alagoas – UFAL com a finalidade de atendimento psicanalítico e psicoterápico a estudantes de graduação e seus dependentes com honorários acessíveis.
Realização do curso sobre “Sexualidade Infantil”, ministrado pelos membros do GEPAL, Lenilda Estanislau S. de Almeida, Ana Lucila Barreiros Barbosa e Nádima Olímpio Carvalho da Silva.
Entrada no GPAL da Psicóloga Stella Maris Souza da Mota.
Realização da I Jornada de Psicanálise do GEPAL inicialmente intitulada Jornada Interna do GEPAL, com apresentação de trabalhos dos membros do GEPAL.
Início aos estudos” Iniciação à Lacan” coordenado pela psicanalista Rosa Reis da Escola Freudiana do Recife.
Realização do curso sobre Psicopatologia com o psicanalista e professor Zeferino Rocha.
Mudança do nome GEPAL para GPAL – Grupo Psicanalítico de Alagoas, agora com ênfase na função de formação.
Oferecimento do primeiro Seminário de Formação: Teoria Freudiana I.
Realização da II Jornada de Psicanálise (Antiga Jornada Interna).
Lançamento do primeiro periódico “Tópica – revista de psicanálise”, levando para a sociedade os artigos de cunho psicanalítico, fruto de discussões e reflexões dos membros do GPAL e as contribuições de profissionais convidados, apresentados nas Quintas Culturais.
Realização da III Jornada de Psicanálise do GPAL (Antiga Jornada Interna).
Lançamento do segundo periódico “Tópica – revista de psicanálise” com produções   desenvolvidas pelo GPAL.
Realização do curso de aperfeiçoamento “Adolescências Construídas: uma abordagem psicanalítica” sob a coordenação do Centro de Pesquisa em Psicanálise e Linguagem CPPL/Recife-PE e ministrado pela psicóloga e psicanalista do CPPL Ana Maria Rocha de Oliveira e pela psicóloga e doutora em Psicologia Clínica pela Universidade de Sorbonne, em Paris, Maria Cecília Ribas.
Palestra do professor de Filosofia da Universidade Federal de Alagoas, Walter Matias Lima sobre o tema “Freud e sua recepção de Kant”.
Realização da IV Jornada de Psicanálise do GPAL com o tema “As reflexões da Clínica Psicanalista na contemporaneidade”.
Lançamento do terceiro periódico do GPAL “Tópica – revista de psicanálise”.
V Jornada do GPAL com o tema “Psicanálise e Sociedade: um diálogo necessário”.
Lançamento do volume quatro da revista Tópica.
Apresentação do trabalho “Arquitetura e subjetividade” pelo Dr. Leonardo Bittencourt, Phd em Arquitetura pela Universidade de Londres.
Palestra da Dra. Mariana Cortez intitulado “O Discurso Psicanalítico na Instituição Hospitalar”.
Realização da VI Jornada de Psicanálise do GPAL – reunindo os trabalhos dos membros do GPAL.
Realização da I Jornada Interna do GPAL reunindo os trabalhos dos membros dos grupos de estudo e dos membros em formação em psicanálise pelo GPAL.
Lançamento do número cinco do periódico Tópica – revista de psicanálise.
Encontros com a psicanalista alagoana radicada em Paris, Tânia Quintiliano, membro da Sociedade Psicanalítica da França, com vistas a uma reflexão sobre a prática psicanalítica na França e no Brasil.
Curso comemorativo aos quinze anos de existência do GPAL com o tema “A Construção Subjetiva em Winnicott” ministrado pela psicanalista convidada Maria Helena de Barros Silva do CPPL.
Iniciação aos estudos sistemáticos de Lacan sobre “A prática do analista e seu enquadre”.
Comemoração dos 10 anos da Quinta Cultural com a palestra da psicanalista argentina radicada em Paris, Liliane Concevoy, membro da Sociedade Psicanalítica Freudiana da França sobre a prática clínica e o enquadre psicanalítico, a convite do GPAL.
Participação do GPAL na IV Bienal Internacional do Livro no Centro Cultural Ruth Cardoso, com o lançamento do número seis da Tópica-revista de psicanálise.
Realização da II Jornada Interna dos grupos de estudo do GPAL.
Construção do mini-auditório e centro de reuniões do GPAL, para abrigar as reuniões culturais e de estudos com tecnologia e conforto adequados.
Realização da VIII Jornada de Psicanálise do GPAL com o tema “Novas Configurações do mal-estar na Cultura” com a presença da psicanalista Ana Elizabeth Cavalcante, sócia do CPP (Círculo Psicanalítico de Pernambuco) e do CPPL (Centro de Pesquisa em Psicanálise de Pernambuco).
Palestra de lançamento do livro com conceitos lacanianos “Real e Gozo”, reunindo um conjunto de textos psicanalíticos organizados por Dulce Luna e Eliene Rodrigues.
Realização da III Jornada interna do GPAL.
Participação da V Bienal Internacional do Livro de Alagoas com o lançamento do número sete da revista Tópica, do GPAL.
Ampliação do espaço de troca científico/cultural do GPAL com a criação do site do GPAL.
Realização IX Jornada do GPAL contando com a palestra do psicanalista e professor Zeferino Rocha intitulada “Esperança não é esperar, mas caminhar”, seguida do lançamento de seu livro “Freud entre Apolo e Dionísio. Recortes filosóficos e ressonâncias psicanalíticas”.
Início do Curso” Introdução à Leitura de Lacan” com Dulce Luna, Irma Chaves e Eliene Rodrigues.
Palestra, na sede do GPAL, sobre Psicopatologia Fundamental proferida por Mareike Wolf-Fédida, professora de psicopatologia da Université Paris 7 – Denis Diderot e psicanalista e membro da Academie de Sciences, des Lettres et des Beaux-Arts de Caen, na França
Realização da III Jornada Interna do GPAL.
Participação na VI Bienal Internacional do Livro com o lançamento do número oito da revista Tópica.
Realização da X Jornada de Psicanálise com o tema “Reinvenção da psicanálise no cenário da clínica e da cultura contemporâneas”.